Quase

Onde eu posso reconhecer o teu sorriso,
se ele não se forma para mim,
Onde está aquele azul só nosso,
nossos sonhos de irmos até a Grécia?

Como devo pensar no meu dia e
deixar o futuro ser apenas suposição,
Como devo, melhor dizendo,
ser o hoje se o amanhã ainda são brumas?

Preciso aprender a domar os desejos
ou sou alguma face da perdição,
Preciso ensinar ao meu coração
a não percorrer o caminho impossível?

Seja como for, o dia é vivido,
mas importa-me o como ele é tido
Seja como for,
nas curvas contraditórias e incertezas da vida...

..eu te amo...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gentileza

Reflexos

Sobre