Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2007

Não!

Imagem
Despeço-me de tudo que me norteia nesse instante. Parece que não há mais sentido em continuar com qualquer coisa, pois qualquer coisa não existe mais. E o que existe? Sou só eu em um monte de nada, onde só há tremor, só há desespero, só há insegurança e desvairo... Deixo para o banquete de vermes aquilo que de melhor houve em mim. Deixo as cartas inacabadas, as palavras não ditas, os pensamentos honestos e os sonhos ingênuos... Deixo a vida de um garoto do interior para encontrar aquilo que se perdeu... Quero explodir o mundo, quero purificar minha alma, quero me queimar no fogo as alucinações e quem sabe quero ressurgir como alguém fingidamente melhor. Pois melhor eu fui quando estava tudo sob meu fantasmagórico controle... onde o eu era o tudo e o nós não existia.... quero ser grande, quero ser um pouco de poder, mesmo que ele seja dentro de um microcosmo... quero me sentir útil, quero me sentir normal... Não acredito nas pessoas...
Não acredito no amor...
Não acredito em anjos, nem na sa…

Sinto muito...

Imagem
Para ser sincero queria mesmo te entender... mas como faço isso se o que tenho são frases sem fim, são vagas palavras?São tantas coisas, são tantos sonhos, tantas esperanças que mal cabem dentro de mim e quando, eu encontro o meu porto seguro, sinto-me à vontade de despejar um pouco de mim em ti, mas não é um pouco qualquer... quero lhe dar os bons momentos, os sonhos bons, os sorrisos e uma boa história para contar... nunca poderia imaginar que, mesmo sem intenção, minhas premissas eram ponhais para seu senso de liberdade... eu sinto muito...Não sei mais nem o que pensar, pois de fato muito confuso estou e nem ao menos consigo formular uma hipótese doida para tudo isso que está acontecendo dentro de sua cabeça?Estamos crescendo e o mundo que se era antes não pode ser mais o mesmo. O que faremos então? Será que são as regras? Será que eu te prendo nas minhas ilusões? Será que sou eu? Será que é o mundo injusto? Não consigo parar de pensar em ti, como queria ter todas as respostas do m…

A Paciência Subornada

Imagem
Saudades da Bahia, pois lá eu nunca estive. Estive aqui e estive ai, ao seu lado, mas um mar do tamanho bem grande soube levar de nós um grande pedaço de tempo bom. Mar este que amo tanto, mas que no momento me faz refletir.Por um segundo é preciso parar e respirar. Deixar o mundo correr, enquanto você vê as gotas da chuva deslizar até o chão como um calmo perfeito balé. Por um segundo é preciso pensar, pois o que se diz pode ser instantaneamente gravado nas estrelas e nunca mais pode ser apagado, mas o que marca mesmo são as atitudes.Se o sol banha os teus dias, porque tanta irritação? Pergunto-te: o que está pegando? E nessas horas que se está questionando, inevitavelmente se vem um buquê de respostas, todas elas fantasiosas e frutos de uma mente insana. Mas eu não preciso deslizar sobre as coisas que penso para te perceber.No momento procuro no estalar do dia um pouco de placidez (como um dia me disseram ser eu um rapaz plácido). No momento nutro a saudade de não ter-te por perto. …

Resposta ao Silêncio

Saio por ai, com muito a procurar, mas sem ter certeza o que é que quero achar... se quero você,como não sei das suas cores?... se a mim eu quero, como me perco tanto?... se quero sonhos, quero lugares, quero luz, quero magia, porque são todos tão complicados?São perguntas, são pessoas, são pedras que formam esse chão. O chão que deposito minhas esperanças, mas que, por algum instante, decidi fechar às portas e partir com o tapete que não voa mais.Esse castelo que se construiu a partir de um lugar descontinuado, fruto de devaneios e pensamentos sem valor algum, finalmente encontraria o seu ápice final e então o insuportável silêncio partiria os corações daqueles que ouvem... talvez fosse mesmo a hora de dizer adeus, talvez esse seja o tempo de virar a página e começar uma nova estação. Afinal, quem vos fala é um mesmo garoto que já cerca a casa dos vinte e poucos anos... Tempo esses que toca a alma e modifica o garoto, mas não traz consigo todas as respostas, ao contrário, traz mais p…