Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2006

O Convite de Aniversário

E por quanto tempo caminharei ainda não sei. Não devo começar pelo começo, pois o começo já não é mais o presente. O começo está a dois anos, numa casinha de retalhos de idéias que surgiu do nada, ou melhor, de uma singela esperança.

Corri por ai! Decidi matar-te! Decidi pela vida e decidi que era a hora de saber quem éramos. Não sei quase nada, mas imagino que você pense que eu sou muito repetitivo e, desse convite de aniversário peço-lhe desculpas pelas minhas faltas e delimitações. São dois anos de descontinuado, mas uma infinidade de outros tempos perante os sonhos que deixei se perder nas folhas de caderno azul e por aqui nunca passaram, outros tantos que, pelo conteúdo, foram guardados no baú das lembranças para sempre lembradas na solitária cabeça de um doido que prefere poupar os poupados. Talvez um dia elas ocupem os lugares que pensei serem delas, talvez não, pois agora elas têm uma nova casa, mesmo que ela seja do tamanho de um alfinete e não lhes faltam quase nada, pois é o…