Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2017

Simplesmente juntos - uma versão esquizofrênica

Imagem
Você foi meu melhor amigo, um verdadeiro companheiro.
Prometemos cuidar um do outro e eu acreditei ser possível.
Mas, de repente, você fechou as portas do teu abismo particular
E eu não consigo mais entrar para estar do seu lado.

Toda essa angustia me surpreende, e tento fazer diferente
Mas tenho a sensação de nadar cada vez mais para longe de você.
Imaginei que nossas diferenças de geração seria apenas uma
Ponte agradável de se atravessar e aproveitar o lado bom de cada um.

Eu pensei que seríamos simplesmente juntos
E que felizes traçaríamos nossas vidas
Eu pensei que seriamos honestamente preciosos
E que os limites seriam apenas cotidianos desafios
Mas eu estava tristemente enganado.

Você foi algo além do tangível às palavras, quando me apaixonei
Pelas tuas possibilidades praticamente inesgotáveis de me admirar.
Eu me lembro do teu esforço em se encontrar para então ser simples.
Com você eu reencontrei meu Deus interior e ele era bondoso.

Essa sensação de perda me entorpece e estraç…

Sobre o domador encurralado

Imagem
Tenho recolhido pequenas migalhas de reconhecimento. Como um desamparado sem teto, cuja única certeza foi ter perdido todas as certezas de ser quem queria ser na medida em que deixei que os outros ditassem a minha própria felicidade.
Sou o contrário do existir. Fico as margens, e me saboreio das partículas de alegria postadas diariamente pelos meus conhecidos e outros tantos que tenho só posso ter uma certeza: nunca os verei pessoalmente. Pois os acasos dos encontros não estão na minha agenda de realidade.
Querem me ensinar como devo abraçar... E recolho também sorrisos de aceitação. Mesmo que eles venham cheios de espinhos. A cada “o que você é? ” “Porque não está falando com fulano? ” “Aconteceu alguma coisa? ”, minha reação é encher as pessoas de tudo o que elas precisam para, no fundo, elas esquecerem que eu existo.
Fico me perguntando quantas vezes sou questionado por fins de vaidade ou um modo ardiloso e mascarado de proferir inveja e preconceito. Parece que a porta que havia a…