O Diário de Teegoh - Semana 11

De todos, o único que não voltou foi Pierre. Ninguém sabia o que podia ter acontecido com ele. Mas, isso já era de se esperar, afinal, pedir para lesmas andar para trás seria mais produtivo. Não tive escolha, me alistei no governo! Não posso deixar o homem que me ensinou o que é o amor perder-se nas mãos de tolos, filhos da mãe.

Alistei-me sim! Mas não compartilho das ideologias nem dos revolucionários tampouco do governo. Quero rever Pierre ou, na pior das possibilidades, dá-lo um enterro digno. Não sou e nem quero bancar o herói. Armas, as minhas mãos não vão carregar. Serei vulto como a noite, e espraiarei pelos corredores do governo buscando pelo meu amigo.

Amanhã abandono a academia, pelo menos até isso tudo acabar. Pois aqui agora serei visto como o traidor. Um dia talvez eles me entendam. Se isso não acontecer, pouco me importa de qualquer modo. Enfim. Teegoh.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gentileza

Reflexos

Sobre