Resposta à Solidão


Se, por acaso, você acordar com uma vontade insólita de esquivar-se do mundo e ter consigo apenas a sensação de que não há mais motivo, vontade ou qualquer outra coisa;

Se te faltarem palavras, ou se elas parecerem obsoletas para metamorfosearem-se em sentimentos escritos, ou se nem os desnudados assaltos de cólera lhe tiram para dançar;

Se não ti sobrarem vontades de voltar, de ver as brumas daquelas terras ou ouvir um som qualquer que só naquele mundo é pintado como em um quadro antigo de todas as cores;

Se, por fim, carrega em ti apenas uma esperança, mas que escapa dos teus dedos e voa com este vento de dezembro, o caminho mais curto é se jogar deste alto lugar...

E buscar a tua resposta à solidão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gentileza

Reflexos

Sobre