Espelho Nosso

De cima não se vê os detalhes, não se vê o brilho dos olhos, e não sente o calor de um bom abraço. Do alto só se tem a companhia do passado das estrelas, no seu gélido brilho. Solitário é esta vida, pois o que é, não é: fora um dia. É explosão de vida que hoje nada mais é do que lembranças plácidas, cinzas...

De cima, você tem todo o tempo de refletir, pois não há mais nada com o que se ocupar. Não há ninguém, pois todos estão cá abaixo, errando as suas vidas curtas e vis. Você não vê nossas mãos sujas de esperanças, enquanto brincamos de pequenos conquistadores dos nossos medos.

De cima não se toca o meu corpo e não percebe os meus gestos. Você conquistou tudo para não ter nada além do silêncio. Do alto, não há meios de você sentir o sabor dos meus lábios, em beijos demorados, o que tem são lembranças não do que foi, mas do que podia ter sido.

Comentários

Muito bom, amigo. Os meus votos de um ANO NOVO FELIZ.

Abraço grande

Postagens mais visitadas deste blog

Gentileza

Reflexos

Sobre