Ao cardo

Suposta alegria de comemorar, eu sou a ironia desses tempos. Sou o avesso do ordinário, de dias arrastados em flocos vazios. Posso dizer contudo que não há nada melhor que ouviro rastro raro de tuas palavras, ao canto do ouvido.

São poucas as tuas palavras, eu sei... Mas, mesmo que fosse um “olá” apenas, seria o suficiente para mim, pois, não há sensação melhor do que a de te sentir vivo. Sinto que o amanhecer se aproxima com os ventos da juventude perdida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gentileza

Reflexos

Sobre