O Diário de Teegoh - Semana 08

Já não me vou mais preocupar com o que pode acontecer... Essa tal revolução que anunciam por ai mas parece um conto de moral. E pior! No meio de tanta confusão de dizeres e não dizeres, mal conseguem se concentrar nas coisas que estão a acontecer de fato neste instante. Por outro lado, entre tanta conspiração e estratégias de meninos que dizem ser homens, tenho tempo para a boêmia.

Ah como deve ser bela a França! Nunca fui lá, mas se ela for tudo que ela representa ser nas suas histórias, quero um dia me mudar para lá! Só espero não aderir ao costume francês de não tomar banho... Se bem que, Pierre não toma banho todos os dias (eu sei!) e o cheiro dele não é de todo ruim! Mas paciência! Afinal nem os franceses são perfeitos em tudo.

Pierre tem me mostrado as personificações do amor, da liberdade e da beleza, em suas moldagens mais explicitas... nuas ninfas a brincar inocentemente nos campos virgens e coloridos... Meu corpo, nunca foi meu limite, mas agora eu provei da mais pura e límpida liberdade, em forma de um liquido azul: absinto!

Entorpecido e apaixonado pela vida é como estou me sentindo agora! Quero mais, quero intensamente tudo! Principalmente daquilo que é proibido! Estou amando e esse amor corre minhas veias, corroendo o silêncio de outrora... fruo a beleza e sinto o gozo surgir em uma caótica aventura... Enfim. Teegoh.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gentileza

Reflexos

Sobre o cotidiano