Cavaleiro da Perfeição (parte 1)

Cansei de ser eu mesmo. O vívido e entrelaçado ser que se envolve em mim cansou de tudo. Cansou de toda essa história do que o que era pra ser não é e o que não era para ser reina placidamente.

Os buracos nas estradas e as ditaduras perversas do mundo que ditam uma perfeição complexa me entediam demasiadamente. Acho que não quero mais buscar por aquilo que busquei, se são essas as condições que o parece reger... quero o silêncio da noite, o barulho da chuva e a sensação de frio... quero sentir-me vivo de novo, pois o desconsolo de um sonho perdido, neste momento se assoma às mágoas que me acompanha.

Não adianta mais eu bancar tantos erros sozinho. Não faz sentido! Afinal, eu estou sozinho? Às vezes me sinto como se assim eu estivesse... Talvez eu esteja de fato, e o contrário tenha sido apenas uma ilusão que agora desfaleceu. Você diz entender e se conformar com a tua solidão. Eu digo que não devias se conformar com nada nesta vida. Não há tempo para conformações! Afinal, o dia amanhece para todos, você querendo aceitar isso ou não!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gentileza

Reflexos

Sobre