Tua Presença

Tudo o que sei desatua, num gesto de rebeldia. Não há mais palco, não há mais cenário, não há nem se quer personagens para inventar... só sobrou eu... creio que todo o mal não está em estar nu, sem perspectiva e sem lugar.

Tantas possibilidades, tantos encontros repentinos, tanto orgulho fácil, sedução... É fácil tudo isso quando se vê um pouco além dos olhos do outro, quando vê que a carência que lhe toca não é nada comparada à do outro. É fácil inebriar o outro com histórias fáceis e promessas fluidas. Mas, quando se é tocado pela frivolidade dos dias, se torna tão claro quanto um enigma que o que se procura não está no instantâneo.

Ah se um abraço teu eu pudesse trocar por algumas horas de minha, não precaver-me-ia nem por um segundo se quer: não haveria distância capaz de separar-me de ti, não haveria, mar, montanha, oceanos, capaz de tirar-me, com o capricho da desordem, os teus dedos a tocar, em carinhos, o meu corpo e, aos poucos, com toda a calma e grandiosidade do tua delicadeza, destronar-me-íamos qualquer medo, qualquer insegurança, qualquer fantasma que, por ventura, vivesse à custa de meu padecimento, pois já não haveria lugar para o sofrimento.

Por certa desventura, não sou capaz de conter o contigo nó que se forma em mim, quase a me estrangular ao lembrar de tuas palavras, sinto tua falta! Ah, tuas palavras... horas doces de melodia e rima... incapaz seria eu de dissertar r tamanha felicidade ao ouvir tuas histórias banais, ao contar-me, por exemplo, sobre a chuva que um dia se atrelou em seus meses, quase não conseguia ver mais o sol... Mas, você soube, você sempre soube, ele está sempre ali.

Sou assim! Um sonhador, que vê melodia, que vê poesia e suavidade em tuas palavras. Sou devaneio no cinza. Não existem cores tão belas como as que os meus olhos vêem ao imaginar-te. E, quanto, de um modo ou de outro, se tem a materialização da idéia, seja num toque tão almejado, sejam nas palavras proferidas ou escritas, ou até mesmo nos momentos de silêncio. Sou assim pois só eu sei o quanto me faz bem a tua presença.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gentileza

Reflexos

Sobre o cotidiano