Um dia Triste e Frio


"Images of broken light which dance before me like a millioneyes, They call me on and on across the universe. Thoughts meander like a restless wind inside a letter box, They tumble blindly as they make their way across the universe."

E são nessas horas que eu me remeto ao passado, quando minhas preocupações eram decidir em qual dia eu partiria e de qual forma seria. Agora, acho que estou no mundo real e minhas ilusões se desfalecem ao toque do sino das decepções.
Sei que com essas palavras posso me mostrar frágil e vulnerável, mas é isso que sinto no momento... queria estar por detrás do universo, queria fugir, ou abrigar-me entre os braços teus.

Queria ser melhor para você se orgulhar de mim, mas sou apenas o que sou e nesse momento estou extremamente cansado e apreensivo. Encontro-me em um caminho no meio de uma floresta densa, fria e úmida. Caminho, pois é a única coisa que posso fazer se não quiser apodrecer por entre às pedras de mofo. Queria eu era estar na confortável vivenda dos conformados, mas o meu querer nem sempre roga como valor, são apenas preces ao silêncio que espera o eco das montanhas como prova da minha insignificante existência.
Tentei envolver o mundo em meus braços. Consegui por alguns segundos, o suficiente para descobrir que não sou tão bom quanto pensava. Não sou perfeito e que preciso sair para descobrir o mundo de conhecimento que me envolver definitivamente com algo concreto, mesmo que seja dentro da totalidade das ilusões . Tenho que sentir as criaturas, tocar o céu e as nuvens, preciso voar para te encontrar e assim viver sem mais nada de ruim.
Agora quero abraçar-te para sentir que há calor entre os humanos, que há esperança. Sinto se às vezes lhe passo a triste face do desmascarado... acho que descobri que estou com fome, acho que sei agora, após os traços da idade atingir minha face mesmo que de forma quase imperceptível, porém extremamente profunda na minha alma são como cicatrizes deixadas por facas.
Uma longa volta para sorrir no amanhecer depois da noite mal dormida porque sua companhia é tão perturbadora que de nada quero além do que te olhar, te abraçar e te amar. Sinto a tua falta todas as horas da imensidão de um dia, mas consigo esconder-me por detrás das cortinas da vida social e sigo em frente... mas em momentos como esse, queria apenas te abraçar... Em tempo igual, queria eu fugir, pois sei que não sou bom o suficiente para ti.
Nem as xícaras de chá aquecem meus medos nessas noites frias... O trem dessa estrada não para, mas meus pés doem e com as decepções fico com a única vontade de dormir. Talvez porque, penso que ao acordar as coisas podem estar melhores.

"Sounds of laughter, shades of love are ringing through my openedears Inciting and inviting me. Limitless undying love, which shines around me like a millionsuns, And calls me on and on across the universe."

(Across the Universe - Rufus Wainwright)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gentileza

Reflexos

Sobre